HOME
VELHO AÇA
NOVO AÇA
MÚSICOS
ZECA FILES
RESENHAS
RIO ART ROCK
BLOG
DOWNLOADS
BANNERS
STOLEN
CONTATO
MEMORABILIA

ENGLISH
















Guerra Civil (1981)
Fim do Mundo (1983)
Piolho (1985)
Em Caso de                          Acidente... Quebre Este Disco! (1989) vinyl
Gloomland (1994)
Farawayers (1996)
Em Caso de Acidente... Quebre Este Disco                          (relançamento) - 2000
Technolorgy (2002)
Pega Varetas (Meu Pau de Sebo) (2003)
Não Pode Ser Vendido Separadamente                          (2007)
ROCK (2011)
Gloomland (1994) Ainda (2012) Ninguem Pediu (2014) Technolorgy (2002)Agora Mudou (2017)
ACIDENTE - banda de Rock independente com 14 lançamentos (1978/2017)
Fim do Mundo
                                        (1983) Em Caso de Acidente... Quebre Este
                                Disco - Vinyl

Músicas-Letras   -   Créditos
   -  O Piolho de Halley











PIOLHO 1985
A Gang do Piolho Maluco -
                Mala, Scubi, Zeca e Guto

Paulo Malária - voz e teclados
Helio 'Scubi' Jenné
- guitarra e vocais

Zeca Pereira - bateria
Guto Rolim - baixo e vocais

Foto: Leni Bellard


Piolho (1985) compacto-duplo - VinilPIOLHO é o 3º disco em vinil do ACIDENTE (1985). É um COMPACTO com 4 músicas.

Antes deste disco, o ACIDENTE já havia lançado dois vinis independentes: GUERRA CIVIL (1981) e FIM DO MUNDO (1983), ambos produzidos pelo Malária, principal compositor e tecladista.

Ainda, segundo Malária: "Estas faixas fariam parte de um terceiro álbum chamado "Matando a Pau", mas este 7' foi feito às pressas para evitar algum eventual roubo de música. Além disso, os tempos ficaram mais duros para os independentes.

Então, após o lançamento desse 'petisco' repercutir feito uma pedra atirada na água, a banda perdeu sua motivação: um a um os membros deixaram o grupo e embora algumas sessões de gravação tivessem acontecido até o ano seguinte, no fim das contas o LP nunca chegou a existir.

Em pouco tempo o Velho Aça debandou, deixando appenas fotografias mentais e pilhas de vinis não vendidos.

Nas palavras do próprio Malária, "Estas faixas iriam fazer parte do 3º álbum que se chamaria "Matando a Pau", mas este 7' foi feito às pressas para prevenir eventual roubo de música.


Logo o Velho Aça debandou, deixando apenas fotografias na memória e pilhas de discos não vendidos.









Acidente at Last-FM Acidente at YouTube Acidente Rock Band at Facebook Download all ACIDENTE albums for free!Download all ACIDENTE zipped albums for                          free!
Acidente at MySpace Acidente at SoundClick Acidente on SoundCloud
Acidente at Palco Mp3
Acidente at LyricsMode







SEARCH THE INTERNET
only search ACIDENTE site
[ Yahoo! ] options
Site by: Helio Jenné
© 1997/2018























































Músicas + Letras

Go to the Top



ACIDENTE ROCK INDEPENDENTE





















































Créditos


Produzido por Paulo Malária
Gravado em março/abril de 1985 no
Estúdio Sono-Viso - Rio - RJ em 8 canais
Técnico de som - Éverson Dias
Presenças vocais em 'Mala o Mau': Simone Metall e Élida Mafélia
Desenho do Piolho de Halley: Luiz Fernando BCS (o LUFE)
Foto da banda: Leny Bellard
Arte-final - Helio 'Scubi' Jenné

PIOLHO contou com o apoio institucional da
BEMFAM - Bem Estar
                          Familiar no Brasil
BEMFAM (Sociedade Civil Bem Estar Familiar no Brasil),
em celebração ao Ano Mundial da Juventude (1985).

ACIDENTE ® PAULO MALARIA ® & STOLEN RECORDS ® são marcas registradas.

Todos os direitos reservados pelo produtor deste disco. Proibidas as reproduções etc.
O ACIDENTE ® não tem representantes ou agentes licenciadoses.
E agora, o ACIDENTE ® não se apresenta ao vivo

Go to the Top























































Selo do Compacto-Duplo
              Piolho
O selo do compacto faz uma brincadeira
com as imagens da letra grega Pi e um Olho


Topo
Piolho de Halley - arte de Luiz Fernando BCS
Desenho do Piolho de Halley: Luiz Fernando BCS (o LUFE)





























































Piolho

Paulo Malária e Scubi Jenné

Acordei com a cabeça coçando
Tinha um troço em cima dela andando
Futuquei com a unha o cabelo
E aí veio o piolho no pelo.

Piolho, piolho,
É um bicho que perturba a gente
Piolho, piolho,
Já está me deixando doente

Estou nervoso nem sei o que faço
Até benzina no cabelo eu passo
A minha mina perguntou noutro dia
Que uma estranha coceira sentia

Piolho, piolho,
É um bicho que perturba a gente
Piolho, piolho,
Já está me deixando doente

Fui um dia tirar pasaporte
Pois eu queria viajar para o Norte
Me recusaram o salvo conduto
Só por causa do piolho maluco!

Piolho, piolho,
É um bicho que perturba a gente
Piolho, piolho,
Já está me deixando doente


topo

























































Camarada Mao
Paulo Malária

Ligo a TV
E o que há pra se ver
A China se tornou capitalista
Com ganas de ser logo a primeira da lista

O chinês agora (o china agora)
É consumidor (uh, baila la bamba)
Ar condicionado, geladeira, fogão
Já era o comissário do povo,
A onda agora é patrão.

Cha cha cha cha cha cha cha China
Cha cha cha cha cha cha cha China

Camarada Mao, você se deu foi mal
A tua mulher tá sendo reeducada
Pois uma traidora ela foi considerada

Cha cha cha cha China
Ai arriba ai arriba ai arriba
Cha cha cha cha Tchau!

topo























































Mala, o Mau
Paulo Malária

Iaaaaaau!
Quando eu saio de casa desaba um temporal
As pessoas se espentam, isso não é normal
Todo mundo se encolhe, o frio é colossal
Eu chego em raios de fogo meu nome é Mala, o Mau

Eu sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau,
yeah, eu sou o mau!
Eu sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau,
yeah, yeah yeah yeah yeah

Eu tenho cara de quem fez algo ilegal
O meu olhar é mortiço feito um maluco mental
Outro dia uma brota falou que eu sou boçal ("ai, boçal")
Mas não é nada disso, eu sou é "himper mau"

Eu sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau,
yeah, eu sou o mau!
Eu sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau,
yeah, yeah yeah yeah yeah

Eu sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau,
Eu sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau,
Eu sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau,
Vamos, cantem: Let's spend the night together
Eu sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau,

Eu sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau,
Ih, que estúpido, grosso...
Esse cara é um pelintra
horroroso,
É, quem mais querem falar mal?
Dizem até que eu sou himper mau!
Eu sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau, sou o mau (fade)

topo
























































Paulista Mutante

Paulo Malária

Com minha menina fui na Paulista
Comprar um jeans e um microcomputador
Quando escutamos na loja de discos
Um som de maluco com gritos de horror

Imediatamente entramos na loja
E vimos que o disco era todo assim
Porém ao ouvi-lo deu um treco estranho
E agora não sei o que será de mim

Virei carioca! (uh uh) meu Deus que horror
Cansei de esfiha, enjoei do Metrô
A turma do shopping nem quer me ver morto
Faltei ao agito no aeroporto

Nunca imaginei que um simples disco
tamanhos estragos viesse a causar
A minha menina agora é hippie,
foi para o Oriente recusa voltar

Não posso sequer mais andar na Paulista
A chave da Porshe o pai escondeu
Depois que encontraram com as coisas na mala
Mesmo eu dizendo que não era meu

Virei carioca, meu Deus que má sorte
Adeus faculdade, emprego no Norte

oh yeah oh yeah!

Dizem que eu sou um Paulista Mutante
Orra que displante, que raiva que dá!
Vou comer uns pastel com um chopps no China
Esquecer minha sina, ruim de amargar

Virei carioca! (uh uh) Orra meu
Virei carioca! (uh uh) Mas só
Virei carioca! (uh uh) oh yeah
aruca aruca aruca!

topo