HOME
VELHO AÇA
NOVO AÇA
MÚSICOS
ZECA FILES
RESENHAS
RIO ART ROCK
BLOG
DOWNLOADS
BANNERS
STOLEN
CONTATO
MEMORABILIA

ENGLISH
















Guerra Civil
                            - 1981
Fim do Mundo
                            - 1983
Piolho - 1985
Em Caso de
                            Acidente... Quebre Este Disco! - 1989 -
                            vinil
Gloomland -
                            1994
Farawayers -
                            (1996
Em Caso de
                            Acidente... Quebre Este Disco (relançamento)
                            - 2000
Technolorgy
                            - 2002
Pega Varetas
                            (Meu Pau de Sebo) - 2003
Não Pode Ser
                            Vendido Separadamente - 2007
ROCK - 2011
                            (Compilação reunindo 30 músicas dos 3
                            primeiros vinis)
Ainda - 2012 Ninguém Pediu - 2014 Agora Mudou -
                          2017
Trimbucomorfosaedro - 2019
Até Onde Foi
                          Possível - 2022
ACIDENTE é a
                banda de Rock Independente com 16 lançamentos (1978 -
                2022)
Volta para
                          Trimbucomorfosaedro

Creditos   -   Músicas/Slideshows   -   Downloads    -   Folheto

Acidente Rock Band é:

Zunga
                                  Ezzaet e Paulo Malária no estúdio Pico
                                  do Ezzaet
Zunga Ezzaet, Paulo Malária
Fot
to de Paula Delfino

  Helio
                                  'Scubi' Jenne
Helio 'Scubi' Jenné
Convidada especial:
Paula Delfino

Participação de Paula
                                Delfino. a iinha


ATÉ ONDE FOI POSSÍVEL
Novo CD virtual
do ACIDENTE
  "Até Onde Foi
                              Possível" é a 16ª produção
                              inependente do Acidente Rock Band

Este é o último CD da ACIDENTE ROCK BAND


Último, porque o CD é uma mídia em declínio: ninguém mais escuta CDs: É difícil até mesmo encontrar uma fábrica. A bola está com as mídias virtuais. Mas estas são voláteis e podem desaparecer sem deixar rastro. Como os vinis, CDs são registros perenes... enquanto houver um tocador disponível. E também porque "amanhã nada vai mudar, um de nós desaparecerá."

Mas o som do ACIDENTE permanecerá vivo, através da divulgação efetiva e abrangente trabalho de divulgação do Helio 'Scubi' Jenné, na presença constante do Zunga Ezzaet nos palcos, em memória daqueles que gostam do nosso som.




Acidente at Last-FM Acidente no YouTube Acidente Rock
                                  Band no Facebook Baixe GRÁTIS toda a discografia
                                  do ACIDENTE Download all ACIDENTE zipped
                                  albums for free!
Acidente no
                                  MySpace Acidente at SoundClick Acidente on SoundCloud
Acidente no Palco Mp3
Acidente at LyricsMode

BUSQUE NA INTERNET
busque apenas no site do ACIDENTE
[ Yahoo! ] options
Site criado e desenvolvivo por :
Helio Jenné e Aimberê Cesar (in memoriam)
© 1978 / 2022























































Créditos

Gravado e mixado em 2020-2921 por ZUNGA EZZAET no Estudio Pico do Ezzaet, Nilópolis
Arte gráfica, site e divulgação -
HELIO JENNÉ
Foto da banda - PAULA DELFINO
Produtor Fonográfico - PAULO IZECKSOHN: "Foi bom ter gravado e produzido todos esses álbuns - tiragens exíguas - mas se você está com um em mãos, é possível continuar..."

Agradecemos aos radialistas que tocam ACIDENTE:

- Leandro Kriciuma França -
Programa "Onda Nervosa" , Domingo de 19 a 21h na Ondas FM, Cabo Frio

- Rubens Silvio Treschanke e programadores da  RST Radio Rock - rstradiorock.com.br

- Yuri Garin - Radio Eldo Pop - eldopop.online

- Radio Be Prog - beprogrock.com
e tantos outros que ainda não conhecemos.


Acidente é uma banda de estúdio e não se apresenta ao vivo.
Accesse www.acidente.ac


ACIDENTE, STOLEN RECORDS e PAULO MALÁRIA são marcas registradas no INPI.

Após registrar o selo STOLEN RECORDS, surgiram pelo mundo selos e bandas homônimos. No intuito de evitar confusão, por total liberalidade e sem abrir mão da nossa marca, estamos usando STOLEN RECORDS RIO aqui..


Ampulheta - Até Onde Foi Possível
Até Onde Foi Possível























































Músicas+Slideshows


01 - NOSSOS SÃO OS DIAS QUE VIRÃO
     (Paulo Malária)
     BR-PIZ-20-00001

02 - MALCENTER
      (Paulo Malária)
      BR-PIZ-20-00002
5 -


03
-
ATÉ ONDE FOI POSSÍVEL
      Música de Zunga Ezzaet sobre
      Letra de Paulo Malária
      BR-PIZ-21-00001

04 -
EM QUAL OCEANO
      Música de Paulo Malária sobre
      Letra de Helio Jenné
      BR-PIZ-21-00001x


05 -
ONDA NERVOSA (Extended Take)
      Paulo Malária


06 - DIGA O NOME DO SENHOR
       Paulo Malária
       Vocal: Helio Jenné

07 --
6699
      Paulo Malária

      BR-PIZ-21-06699


08 -
TUDO VAI PASSAR
     
Paulo Malária
      
A parte instrumental foi gravada por Zunga Ezzaet (guitarra), Paulo Malária (synth), Mario Costa (bateria) e Ary Menezes (baixo) em 1996 e lançada com o nome de "Coupe du Monde" no album "Farawayers" (Stolen 2).

09 - NARCO BARCO
      Paulo Malária

      BR-PIZ-00004

10 - PIPOCAS DOCES
      Helio Jenné
      BR-PIZ-17-000014

10 - IS THIS WHAT WAS GIVEN TO ME?
       (1a. Parte: Paulo Malária / 2a. Parte: Zunga Ezzaet)
       BR-PIZ-21-00005


11 -
QUANDO NÃO VEJO O MEU JARDIM
      Música de Zunga Ezzaet sobre
     
Letra de Helio Jenné
      BR-PIZ-00002

      

12 - QUE MAIS AGORA?
      Paulo Malária
      BR-PIZ=21-00006   

13 - VEM SER FELIZ COMIGO
       Música de Paulo Malária sobre
       L
etra de Paula Delfino

14 - MINHA IINHA
       Paulo Malária


DIVISÃO DE ACESSO
(ESCOLHA MAIS UMA CANÇÃO PARA ENTRAR NO CD VIRTUAL)

15 - VINHETA RST
      
Paulo Malária

16 -
VINHETA ONDA NERVOSA (Tema)
       Paulo Malária

17 - VIAGENS PROGRESSIVAS
       Paulo Malária

18 - EU AINDA AMO VOCÊS
      Guto Rolim




Clepsidra, ampulheta, marcação de tempo
Clepsidra




























































Downloads

BAIXE GRÁTIS TODOS
OS ÁLBUNS DO ACIDENTE

Bixe grátis a obra
                                    completa do ACIDENTE


SENHA: ACIDENTE

Up





















































 
Folheto



Pgs 1 e 8
Até Onde Foi Possível
                                              Flt pgs 8 e 1


Pgs 2 e 7
Até Obde Foi Possível Flt pgs 2 e 7

Pgs 3 e 6
Até Onde Foi Possível -
                              folheto pgs 3 e 5

Pgs 4 e 5

Até Onde Foi Possível Folheto
                              pgs 3 e 6



Up
Topo












































































































1 - Nossos São Os Dias Que Virão
Paulo Malária  5'58''
BR-PIZ-18-00001

Tombaram muitos no caminho
E outros perderam suas almas
O que penaar?
Pra quem ficou
A esperança é a última que morre

Um dia a Terra o virus invadiu
E o inimigo achou que triunfou
Mas
Não vencerão
Nem sobrarão
Pois nossos são os dias que virão

Aí então deles não restará um só
Que ainda possa pisar aqui
Não tem perdão
Nunca terá
O que fizeram ao Senhor irão pagar

Mantenha a preocupação Porém
Conserve a determinação
Que o mal
Vai acabar
Vamos ganhar
E nossos são os dias
Livres novos dias
Nossos são os dias que virão!!!

E nossos são os dias que virão



Up


























































2 - Malcenter
    
Paulo Malária

Toca o telefone
Alguém dá início à fala treinada
Empurrando algo que no Novo Tempo soa
Tão supérfluo e surreal

Corto, não interajo
Blindo minha mente atormentada
Mas a cada palavra que ecoa
Eu me sinto mais mal

(Refrão)

E se só agora
Que eu já não tenho mais
Pronde ir
Oferecessem sonhos de paz
E amor

Mas é o mesmo
Assédio chulo
Ao néscio, ao tolo e ao fraco
E não é isso
O que eu sou

(Instrumental)

Vendam lugar no Céu
A primeira semana é de graça
Depois fidelização
Enquanto a Vida Eterna passa

Mas chega de plano novo
Metendo ainda mais a mão no meu bolso
Se até 2021
É um futuro agora tão duvidoso

(Refrão)

E só agora
Que eu já não tenho mais
Pronde ir
Oferecessem sonhos de paz
E amor

Mas nem é isso
É assédio chulo
Ao néscio, ao tolo e ao fraco
E não é isso
O que eu sou

(Bridge - Falas)

"Mas por que o senhor se recusa a informar seu nome inteiro e CPF?"

"Se você desligar antes de eu terminar o relatório de benefícios, vou registrar nossa proposta como aceita"

"Vamos primeiro considerar as vantagens. Com quais

operadoras o senhor atua?"

"Muito estranho dizer que não recebe sinal, pois em nossa última pesquisa de satisfação 97% dos moradores de Urca se declararam muito satisfeitos"

Tirem meu número da lista
Já sabem que daqui não sai nada
Tirem meu número da lista
Minha única palavra é não

(Uhh, malcenter)
Tirem meu número da lista
(Vou logo dizendo que não)
Já sabem que daqui não vai sair nada

(Uhh, malcenter)
Tirem meu número da lista
(A resposta é sempre não)
Pra vocês minha única palavra é não

(Uhh, malcenter)
Tirem meu número da lista
(Não é não é não)
Já sabem que daqui não sai nada
(Uhh, malcenter)
Tirem meu número da lista
(Quero paz! Guento mais! Quero paz!)
Minha única palavra é não

(Uhh, malcenter)
Não! Não! Não, Não, Não, Não, Não!


Up






















































3 - A Onde Foi Possível

       Música de Zunga Ezzaet sobre
       Letra de Paulo Malária

       BR-PIZ-21-00001

Até onde foi possível chegar
Nós chegamos
E quando nos mandaram parar
Não paramos

Não não não

Mas agora a barra pesou
E o mais sério desse tempo
é a idade

A Pandemia mostra a extensão da maldade
Toma posse da Terra, às custas da humanidade
É coisa de louco, precisa ter troco
Mas quem vai dar o troco se o mais forte é um louco

É coisa de louco, precisa ter troco
Mas quem vai dar o troco se o mais forte é um louco


Up
























































4 -
Em Qual Oceano
      Música de Paulo Malária sobre
      Letra de Helio Jenné

      BR-PIZ-21-00001x

Toda vez que penso em você
E isto é o tempo inteiro
Fico a imaginar como e se
( Mesmo sem me enxergar )
Você me vê: com qual olhar, com qual olhar

Se com seu lindo e profundo,
Analítico e feroz oceano esquerdo
Ou com seu mágico, ludico,
Morno e meigo mar direito...

Hoje de novo - mas você não vai saber
Enfrento as piores procelas
E nessa noite sem estrelas
Uma pergunta flutua no ar

Em qual dos seus oceanos
Vou me afogar,
vou me afogar


Up




































































































































































5 - Onda Nervosa (Extended Take)
       Paulo Malária

Onda Nervosa, Onda Nervosa
De Cabo Frio, de Búzios, de Arraial
Um tsunami barulhando o mundo inteiro
Em qualquer point onde tenha sinal

Arrasta os móveis, 19 de domingo
E isso não é hora de rockeiro estar dormindo
Muito rock da hora e algumas velharias
Duas horas que parecem valer dois dias

Ouvinte também é programador
Democracia rima com rock'n'roll

Som da Semana, novidades, Top 3 ("o Top 3!")
Ring do Rock, plebiscito musical

Se após tanta pauleira alguém quiser baixar a bola
Espera o final pra viajar no Marola

Onda Nervosa, Onda Nervosa
De Cabo Frio, de Búzios, de Arraial
Onda Nervosa, onda radical


Up





















































6 - Diga o Nome do Senhor

      Paulo Malária

Quem ainda é rei da nossa geração
Quem não se entregou nem perdeu a razão
Diga o nome do Senhor se você souber
E adore aquilo que você quiser

Sonhos são sonhos e á isso só
Chegam quase a ser reais
Depois se vão no pó

O dia de ontem, o último verão
Pertencem ao passado, foram mas não são
Torça pra que alguém faça o que você não fez
Ou então comece tudo outra vez

Up























































8 - Tudo Vai Passar

       Paulo Malária

Se lembra das verdades de tanto tempo atrás
Em que nos ensinaram a acreditar
Palavras e idéias que já não servem mais

Que fim levaram todas essas coisas

Porque hoje em dia tudo é cinza e sem valor
E os que vieram já não podem entender
Tudo vai em frente, tudo vai passar
Como o vento passa e fica o ar

Depois da tempestade o sol não veio igual
Os cacos da memória vão ficando pelo chão
Um grito de socorro, amigos vêm dizer
Que vamos afundar no mesmo barco

Mas cada dia ainda é cedo pra partir
E a esperança se recusa a morrer

Tudo vai em frente, tudo vai passar
Como o vento passa e fica o ar


Up

















































































































7 -
6699 (Seis Seis Nove Nove)
    
Paulo Malária

Seis seis nove nove
Onde você tá?
Toda noite acesso o mapa
Sem te achar

Será que você já se apagou pra sempre?
Será que alguém te incorporou pra sempre?
Será que nãp chegou a existir?
Projeto que acabou sem sair?

Seis seis nove nove
Promessa que não pude cumprir
Talvez seja até bom não saber teu nome
Quem sabe não te encontro onde espero

Mas eu sei que você está por aí
No meio de tantas
Que não têm mais identidade
Uma delas com certeza é você

A mais impensável
A menos provável
Ou nada, ou nada
Como saber?

E mesmo que não exista mais nenhmó registro
Sei que vai surgir na hora mais importante
Antes do meu tempo se cumprir


Up



























































8 - Tudo Vai Passar

       Paulo Malária

Se lembra das verdades de alguns anos atrás
Em que nos ensinaram a acreditar
Eu penso nas idéias que já não servem mais
Pergunto o que foi feito dessas coisas

Porque hoje em dia tudo é cinza e sem valor
E os que vieram já não podem entender
Tudo vai em frente, tudo vai passar
Como o vento passa e fica o ar

Depois daquela chuva o sol não veio igual
Os cacos da memória vão ficando pelo chão
Eu grito por socorro, amigos vêm dizer
Que vamos afundar no mesmo barco

Mas cada dia ainda é cedo pra partir
E a esperança se recusa a morrer

Tudo vai em frente, tudo vai passar
Como o vento passa e fica o ar


Up
























































9 - Narco Barco
       Paulo Malária

Setembro de 87
Um barco singra nosso mar
Sua carga proibida: dezenas de milhares
De latas da erva de Jah

Prevendo o bote certo
Jogam tudo no oceano
E ralam fora, só ficou o mecânico
Que entrou pelo cano

Agora o longo tempo já permite
Uma reflexão sobre o acontecimento
E muita coisa fica sem se entender
Se sabiam do perigo
Pra que se atrever?

Narco
Barco
Solana Star
Solana Star

Alguns quee usaram dissseram que o troço não era o troço
E sim outro troço muito mais forte
Podendo causar baixa de pressão
Bradicardia e levar até mesmo à morte

Quem sabe o público-alvo
Era mesmo o brasileiro
Pra instigar apreciadores
Demanda de consumidores

O certo é que o fato nunca mais se repetiu
O troço ao que consta nunca mais apareceu
Em termos de mercado
Investimento errado
Até quem carburou
Saudade não levou

Quick, quick, quick!

Throw it at the sea!

Better let'em take it all

Then let'em take me!

Solana Star!
Solana Star!


Up























































 























































10 - Pipocas Doces
        
Helio Jenné

Duas pipocas doces, coladas melosas
Voaram da tua boca para o chão furado
Perderam-se no escuro dessa noite escura

Criança sobre o hidrante
Envergonhava o hidrante
Latia como o cão mais triste das esquinas
Perdeu-se no escuro dessa noite escura

Latia contra a polícia
Polícia que atira
Latia contra a polícia
Polícia que atira...


Up























































11 - Is This What Was Given To Me?

        
Paulo Malária

I'm not complaining
But look what I see
Is this what was given to me?

Life passes flying
I feel like dying
Is this what was given to me?

It could be much morse,  they say
There's no reason, you'd rather pray

So I ask Jesus Christ
And the mighty Powers that Be
Please help to accept destiny
This that was given to me

Dark clouds fall on me
Ahead is dreary
Is this what was given to me?



Up























































11 - Quardo Não Vejo o Meu Jardim
         Música de Zunga Ezzaet sobre
        
Letra de Helio Jenné


Quando Não vejo o meu jardim
Sinto que falta algo em mim
Falta-me a cor, falta-me o ar
E até vontade de chorar, woa woa

Hoje foi um dia assim, vazio e triste,
Um acabando sem fim

E o sol lá fora a rugir
E eu calado, concentrado e quieto, oh baby
Parecia que eu queria fugir de mim
De mim mesmo
Voltar a ser um feto
Na verdade eu só pensava
Na felicidade que não veio sorrir
Suas cores pra mim, suas cores pra mim
(Suas cores pra mim, suas cores pra mim.)

solo

Voltar a ser um feto
Na verdade eu só pensava
Na felicidade que não veio sorrir
Suas cores pra mim, suas cores pra mim
Suas cores pra mim, suas cores pra mim


Up























































13 - Que Mais Agora?
         Paulo Malária 42''
        
BR-PIZ-18-00011

A história só se repete como farsa
Por isso eu não achei chegasse um dia a ver
Aquilo tudo nunca ia poder acontecer de novo
Pois eis aí e agora é o voto da maioria do povo
A redentora ganhou e a multidão
Regozijou

Vibra o latifundiário
Torra a Amazônia
O Pantanal morreu
O futuro já não sonha

A história agira se repete como História
E qualquer tese em contrário é só memória
Quem disse o erro não fui eu
Foi um sujeito que já morreu
Seu nome era Karl Marx
Já morreu (Bem que eu avisei)
Já morreu (Venceu a validade)
Já morreu (O tempo muda tudo)
Já morreu (Nova realidade)

Terá errado o Brasil mas um erro muito maior a humanidade extinguiu

Partido comunazista e seus cientistas loucos
Fabricaram o virus mais ruim
Hoje  somos 10 bilhões obrigados a enfrentá-lo
Sem saber quem vence quem no fim
E quem deria ser do mundo a salvação
Se encolheu na mais infame rendição

A História só se repete como farsa - disse Marx
Mas essa é uma nova História que recém surgiu
Temos pouco tempo pra evitar
Um fim tão vil


Up























































14 - Vem Ser Feliz Comigo

         Letra: Paula Delfino
         Música:
Paulo Malária

Hoje, eu só quero ver o sol
Brilhando em nossas vidas
Buscar a felicidade
Voando no ar

Quero saber se você vem comigo
Vamos voar
Viajar entre continentes
Deixar a tristeza pra trás

É só você querer
É só você querer
É só você querer
Que tudo vai dar certo
Vamos nos amar na beira do mar

Vamos cantar vamos cantar
Você está muito longe
vem comigo voar tentar

Hoje, eu só quero ver o sol
Brilhando em nossas vidas
Buscar a felicidade
Voando no ar

Quero saber se você vem comigo
Vamos voar
Viajar entre continentes
Deixar a tristeza pra trás

Vamos cantar vamos cantar
Você está muito longe
vem comigo voar tentar

Up























































15 - Minha iinha
         Paulo Malária

Minha iinha
Minha iinha é uma iinhaça
O tempo segue mas o nosso amor não passa
E quando um dia tudo for passado
Iinha linda, eu quero estar ao seu lado

Minha iinha, vem me ver no purgatório
Sonho tanto em te dar um abraço apertado
Me dá um beijo, faz amor comigo que eu adoro
E volte ao Céu que é o seu lugar com um sorriso

Esse lugar é de passagem, daqui se sobe ou se cai
E pra onde se vai, daí nunca mais se sai
Estou aqui porque quis ser um cara bom
Mas em momentos me deixei enredar pelo mal
Sei que você sabe o modo
De me ajudar a subir o degrau

Iinha linda
Minha iinha
Que alegra e faz cantar meu coração

Up























































16 - Vinheta RST

         Paulo Malária



Up